Menu

Operação remove 70 barracos irregulares em Brazlândia, no DF

Operação remove 70 barracos irregulares em Brazlândia, no DF
Reintegração foi determinada pela Justiça no último dia 2 de outubro.
Cerca de 80 famílias viviam no local; não houve resistência dos moradores.
A Secretaria da Ordem Pública e Social do Distrito Federal (Seops), a Polícia Militar e agentes do Tribunal de Justiça do DF e da Secretaria de Desenvolvimento Social e Transferência de Renda realizaram, nesta quarta-feira (30), a reintegração de posse de um terreno em Brazlândia.
 
O imóvel tem 39 hectares, faz parte da Fazenda Reunidas Jatobazinho e pertence a uma família que cria gados. O local foi ocupado por 80 famílias do Movimento dos Trabalhadores Sem-terra em maio deste ano. O MST alega que o terreno é público e pertence ao Incra.
Segundo a Seops, até a madrugada de Corpus Christi a área era usada para o cultivo de milho e sorgo, que servem de alimento para o gado.
 
Os sem-terra foram notificados há 15 dias, mas insistiram em permanecer no terreno. No dia 2 de outubro último, o TJDF determinou a reintegração de posse do terreno.
 
A Seops informou que 70 barracos abrigando aproximadamente 400 pessoas serão removidos na ação desta quarta. Não houve resistência por parte dos moradores. Por volta de 12h, as famílias estavam retirando móveis e objetos dos barracos. Crianças e mulheres já foram retiradas do acampamento.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo