Menu

Escolas de Brazlândia são reformadas

Escolas de Brazlândia são reformadas
Intervenções envolveram reforma de quadras esportivas, construção de muro e instalação de sistema de captação de água da chuva.
Unidades escolares em Brazlândia receberam a visita do governador de Brasília. Todas passaram por algum tipo de reforma nos últimos meses.
 
Uma das instituições visitadas foi a Escola Classe 1, no Incra 8, que atende cerca de 870 alunos, da educação infantil ao 5° ano do ensino fundamental. Lá, foram investidos, de acordo com a Secretaria de Educação, R$ 120 mil na cobertura, na arquibancada e na pintura da quadra poliesportiva; na instalação do sistema de captação de água da chuva; e na construção do muro.
 
“Não tenho dúvida de que isso tudo contribui para melhorar o ambiente escolar e traz conforto para os alunos”, disse Rollemberg. Ele acredita que essas intervenções influenciam de maneira positiva o desempenho dos alunos. “Essa é a questão mais importante para nós.”
 
Em seguida, Rollemberg esteve na Escola Classe 7 de Brazlândia, na Vila São José. A unidade também teve a quadra esportiva coberta e uma sala de aula para educação integral construída. Os custos foram de R$ 208 mil. As intervenções beneficiarão, entre outros, os 503 estudantes que frequentam o espaço do 1° ao 5° ano do ensino fundamental.
 
Ainda na Vila São José, o governador passou pelo Centro de Educação Infantil 2, onde nos turnos matutino e vespertino estudam 455 alunos do maternal ao 2° ano — ou seja, crianças de 3 a 5 anos. Ao custo de R$ 136 mil, a quadra foi revitalizada e ganhou cobertura.
 
Programa de Descentralização Administrativa e Financeira
Outros investimentos poderão ser concretizados com possíveis mudanças no Programa de Descentralização Administrativa e Financeira (Pdaf). “Encaminharemos à Câmara Legislativa proposta para tornar o Pdaf em política pública efetiva”, disse. O objetivo é ampliar as possibilidades do uso dos recursos para melhorar ainda mais o ambiente escolar.
 
Ainda em Brazlândia, Rollemberg visitou a Escola Parque da Natureza de Brazlândia e o Polo de Arte e Cultura, na Quadra 3, onde foi construído um pavilhão. Foram investidos cerca de R$ 150 mil.
 
O polo atende a educação integral, com aulas de saxofone, flauta, violão, hip-hop e educação musical. São atendidas por dia em torno de 100 pessoas. “Esse espaço acolhe toda a comunidade e funciona com grande participação dos educadores sociais voluntários”, disse o secretário de Educação, Júlio Gregório Filho.
Mais nesta categoria: « Pacto pela água

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo